Disponibilidade Hídrica no Substrato e Hidrorretendores na Produção de Mudas Clonais de Eucalipto

Disponibilidade Hídrica no Substrato e Hidrorretendores na Produção de Mudas Clonais de Eucalipto

Por: Kledison Alan Ramos.
Orientador: Aderbal Gomes da Silva.
Defendida em: /11/2012.

Resumo:

Este estudo objetivou avaliar a utilização de dois tipos de hidrorretentores, misturados em concentrações de 0,33, 0,66 e 1,00 Kg/m³ aos substratos, submetidos à três lâminas de irrigação, a saber: lâmina operacional, lâmina com redução de 30 % e lâmina com redução de 50 %, na produção de mudas de eucalipto clonal (híbridos de E. grandis x E. Urophylla) em viveiro, em duas experimentos distintos para, com isso, contribuir para maior retenção da água no substrato e diminuição da irrigação, favorecendo a melhoria na qualidade na produção de mudas, ao mesmo tempo em que se economiza água. Tal estudo foi desenvolvido nas unidades da Fibria Celulose em Aracruz, ES e Jacareí, SP. As variáveis foram avaliadas visando o padrão de qualidade operacional das mudas, dentre eles destacam-se a sobrevivência, enraizamento, altura da muda, diâmetro do coleto, potencial hídrico, qualidade da muda, umidade do substrato e avaliação nutricional. Deste estudo propôs-se a utilização operacional destes hidrorretentores e apontou a economia de água na produção de tais mudas sem comprometer a qualidade, onde a lâmina de irrigação com 30% de redução pode ser utilizada sem comprometimento da qualidade da muda e das outras variáveis avaliadas.